hCG no ciclo menstrual: qual sua função? - Art Medicina Reprodutiva
Art Medicina | WhatsApp
Clínica Art Medicina Reprodutiva
Pré-agendar consulta
hCG no ciclo menstrual: qual sua função?

hCG no ciclo menstrual: qual sua função?

O hormônio hCG (human Chorionic Gonadotropin), ou, em português, gonadotrofina coriônica humana, é uma substância importante, sendo conhecida como o “hormônio da gravidez”. Você, provavelmente, já ouviu falar dela, devido ao exame beta-hCG.

Neste artigo, nós vamos mostrar a importância dele para a manutenção do processo de gestação e como isso pode estar alinhado, também, com os processos de reprodução assistida. Aproveite e tire suas dúvidas sobre o tema a seguir.

Como é o ciclo menstrual?

O hCG está relacionado com o ciclo menstrual feminino e, portanto, é fundamental que você saiba como ele funciona para entender as variações hormonais no período, regulado principalmente por quatro hormônios:

Assim, vamos ao passo a passo do ciclo menstrual, para conhecer melhor seu funcionamento e como o hCG está presente:

Esse processo dura, em média, 28 dias, tendo o momento de ovulação aproximadamente no meio do ciclo (14º dia). Contudo, isso pode variar de mulher para mulher.

Como é a relação do hCG na gestação?

Ok, mas em que ponto o hCG começa a atuar? Ele começa a ser produzido quando há a fecundação e o embrião se implanta. Essa produção de hCG é feita posteriormente pela placenta, formada geralmente a partir da sexta semana de gestação.

Você deve ter ouvido falar sobre hCG quando se fala em teste de gravidez. Isso porque, para avaliar se houve concepção, mensuram-se as taxas de concentração do hormônio no organismo feminino. A partir da 3ª ou 4ª semana, é possível detectar sua presença. Isso se dá, normalmente, próximo ao período no qual ocorre o atraso da menstruação.

O teste de gravidez é chamado de beta-hCG porque o hCG é formado por uma subunidade alfa e uma subunidade beta. Quando o teste de gravidez é feito, avalia-se a quantidade dessa subunidade beta, que diferencia o hormônio de outros hormônios semelhantes, como o FSH e o LH.

Assim, trata-se de um hormônio ligado exclusivamente à gestação. Contudo, podemos ainda encontrar níveis elevados de hCG, mesmo sem a presença de gravidez.

Qual a importância do hCG na reprodução assistida?

O hCG também tem uma função importante na reprodução assistida. Como vimos anteriormente, ele é importante para a manutenção da gravidez, evitando complicações que possam gerar abortamentos.

Assim, nas técnicas de reprodução assistida, como a relação sexual programada (RSP), a inseminação intrauterina (IUU) e a fertilização in vitro (FIV), o hCG é fundamental na estimulação ovariana, induzindo a maturação final dos folículos e a ovulação.

A estimulação ovariana ocorre da seguinte forma:

Além disso, o exame de beta-hCG também é importante para confirmar a gravidez após os procedimentos. É o exame de gravidez que determina se as técnicas de reprodução assistida foram bem-sucedidas. Depois dessa etapa, a mulher faz normalmente o pré-natal, até o nascimento da criança.

Quer saber como calcular seu período fértil e aumentar as chances de gravidez? Toque aqui.

Agradecemos a sua leitura, aproveite e compartilhe
com seus amigos esse texto:
Ficou com dúvidas ou gostou do conteúdo?
Deixe o seu comentário abaixo:

© 2022 ART MEDICINA S.A CNPJ: 17.109.145/0001-28. Todos os direitos reservados.
O conteúdo deste site foi elaborado pela equipe da Clínica Art Medicina e as informações aqui contidas tem caráter meramente informativo e educacional. Não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico ou automedicação. Em caso de dúvidas, consulte seu médico, somente ele está habilitado a praticar o ato médico, conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina. Todas imagens contidas no site são meramente ilustrativas e foram compradas em banco de imagens, não envolvendo imagens de pacientes.
Diretor Técnico: Marcelo Giacobbe - CRM 62588